No que creio e tento viver.

Entendo que a verdadeira rendenção espiritual não tem entre os seus agraciados aquelas pessoas que posam de santas e moralmente irrepreensíveis, tampouco aquelas que investem a sua vida em defender a doutrina melhor fundamentada em escritos ancestrais... vejo que ela é alcançada pelo pecador arrependido que, por assim se reconhecer e ciente de sua limitação, ousa não mais negociar com Deus o Seu favor mediante seus esforços pessoais mas, em um passo de fé, acredita na bondade intrínseca de seu Ser e nos méritos do Cristo crucificado e ressurreto respondendo à essa fé com uma nova postura, voltada à Deus e ao próximo sem fanatismos, dando assim sabor à sua vida e a dos que estão à seu redor neste mundo. E tudo isso é possível exclusivamente pela Graça de Deus, fruto de Seu amor por nós.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Colocando Deus contra a parede



Íntegra da nota do casal Hernandes, publicada no site do Estadão:

"Estamos todos absolutamente consternados, tristes e pasmos com a tragédia que nos abateu neste domingo, ceifando vidas, ferindo pessoas, trazendo tanto horror. Mas temos que ser firmes, cada vez mais fortes, unidos, para superarmos. Nós temos Jesus Cristo que nos deixou o Consolador, o Espírito Santo. Essa mensagem agora deve trazer esperança e a confiança. E ser viva dentro de cada um de nós.

Acima de tudo, nós oramos e pedimos ao Espírito Santo que console o coração de cada um. Nós acreditamos na eternidade com Cristo. As pessoas foram colhidas por Deus. Nós cremos naquilo que a Bíblia nos fala em Filipenses 1:21 'Para mim o morrer é ganho e o viver é Cristo. E acreditamos no Salmo 116:15, Preciosa é aos olhos do Senhor a morte dos seus santos'.

Foi uma grande fatalidade o que ocorreu. Não sabemos o motivo. Mas há de haver um propósito para tal sofrimento. Nosso coração está enlutado, sofrendo muito, pelas vidas, pelas vítimas, pela situação, pela calamidade. Esperamos que em Deus possamos ter o entendimento e o conforto desta enorme tragédia.

Esperamos que Deus possa enxugar nossas lágrimas com milagres.

Nossas orações, nosso amor, nossa solidariedade. Que Deus possa nos abençoar e trazer essa renovação de consolo e esperança, de fé, de forças.

Queremos agradecer por esses laços de fraternidade e solidariedade que unem todos os irmãos nessa hora tão sofrida".

Ora, se é uma fatalidade, não basta o conforto espiritual e a esperança da Palavra de Deus ? Precisa colocar como condição para ter "suas lágrimas enxugadas" a manifestação de milagres como uma indenização da parte de Deus para eles ?

No post anterior desejei que não utilizassem o acidente para seu benefício próprio. Os cadáveres dessa tragédia ainda nem esfriaram e mandaram ver no que melhor sabem fazer: transformar a relação com Deus em um meio de obtenção de benesses.

É o pragmatismo do toma-lá-dá-cá evangélico que transformou Deus em Aladim, o gênio da lâmpada. Que utiliza o sofrimento humano não mais como momento de reflexão sobre a vida e oportunidade para Deus agir moldando nosso interior, mas sim como uma oportunidade de pedir mais, mais e mais para seu próprio deleite.

Com lideranças como essas, o que esperar da igreja hoje ?

2 comentários:

Leonardo G. Silva - BA.; Th.M. disse...

Olá Eliézer,

Não tive acesso a essa nota do casal Hernandes, na qual eles se solidarizam com as vítimas do desabamento. Estava mesmo esperando um pronunciamento desse tipo por parte do casal.

Abraço fraterno,

Leonardo G. Silva

Eliézer disse...

Caro Leonardo.

Grato pela sua visita.

Paz e Bem para você !